A Universidade de Zaragoza, tem muitos séculos de tradição, tendo-se iniciado no século XII, e ganho a patente de “General de toda a Ciência Universitária”, a 10 de setembro de 1542.
A Universidade de Zaragoza tem um recorde impressionante de alunos que passaram pelas suas paredes. Ao longo dos cinco séculos de sua história, encontramos nomes como o botânico e economista Ignacio de Asso, Felix Latassa bibliógrafo, Portolés jurista, geógrafo Isidoro de Antillon, o médico Santiago Ramón y Cajal (Prêmio Nobel em 1906) ou o primeiro diretor do Academia Real da História Montiano. Além disso, a Universidade concedeu a sua mais alta honra de doutoramento honoris causa, a figuras de renome, como Luis Buñuel, Ramón J. Sender, Rigoberta Menchú e José Antonio Labordeta.
Atualmente, a Universidade de Zaragoza é regulada pelos estatutos aprovados pelo Decreto 1/2004, de 13 de janeiro, o Governo de Aragão (BOA n º 8 de 19 de Janeiro). Tal como referido no artigo 1º, a Universidade de Zaragoza é uma instituição dotada de personalidade jurídica e autonomia própria gozando de governança académica, económica, financeira e, de acordo com a Constituição e as leis, para o exercício do serviço público de educação superior através do estudo, ensino e investigação.”

Representation of Universidad de Zaragoza team Kick-Off Madrid

Representação da nequipa A Universidade de Zaragoza da reunião de Kick-Off Madrid